SERVIDOR LENTO? CONFIRA AS POSSÍVEIS CAUSAS E APRENDA A CONTORNÁ-LAS

Velocidade na resolução de problemas é uma questão essencial na vida corporativa do Século XXI. Diante disso, se deparar com um servidor lento não é uma opção desejável. Entretanto, mesmo com toda a tecnologia que existe atualmente na detecção e resolução de problemas, alguns cuidados simples podem ajudar a evitar que problemas maiores surjam nos servidores de alta performance.

Nas peças do hardware, por exemplo, uma boa configuração e a manutenção periódica economizam tempo e dinheiro. Alguns itens, como os HDDs, as memórias e os processadores, principalmente, devem estar sempre sob a mira dos técnicos e dos próprios usuários da rede. Afinal, qualquer problema que seja detectado prematuramente se torna muito mais fácil de ser resolvido. Pensando nisso, algumas dicas podem ajudar a evitar maiores preocupações. Por exemplo, quando um HDD apresenta lentidão, o que leva a baixa performance, ele interfere diretamente no funcionamento do servidor. Uma forma de proteção é verificar periodicamente o status do disco, cuidando para que ele não atinja o limite da sua capacidade de armazenamento. Outra dica é sempre scanear o HDD para livrá-lo de arquivos e pastas que não estejam mais em uso.

Outro vilão de um servidor, um dos mais comuns, inclusive, é o superaquecimento. As altas temperaturas fazem com que o sistema fique lento, prejudicando todas as funções. Instalar coolers adicionais que controlem melhor a temperatura, evitando que ela chegue a um ponto crítico, pode resolver facilmente o problema. Já a memória RAM é essencial para um servidor de alta performance. Basicamente, quanto mais memória, mais velocidade no acesso aos dados armazenados. Instalar a maior quantidade de memória possível e mantê-la atualizada com as novas tecnologias que surgem anualmente é essencial para um bom desempenho.

O processador é a peça principal em um computador, pois ele recebe e executa todos os comandos dentro da máquina. Portanto, é preciso saber a capacidade de processamento da peça e otimizar o desempenho. Além disso, remover aplicações que não são necessárias ajuda o processador a utilizar a sua velocidade para o que realmente importa no servidor. Muitos programas e malwares também utilizam exageradamente o processador, gerando lentidão. É preciso estar atento. Os malwares “roubam” a memória do processador, fazendo com que o sistema fique lento. E, na maioria das vezes, os “invasores” só são notados quando já se instalaram e começaram a prejudicar as tarefas do servidor. Fazer uma varredura completa com o antivírus e executar a limpeza de arquivos inutilizados são medidas que devem fazer parte da rotina de todo técnico de TI.

Todos esses cuidados são simples e fáceis de serem tomados e, no final, fazem a diferença na hora de manter a alta performance do servidor. Com um pouco de atenção a esses quesitos, a necessidade de manutenção diminui e a performance aumenta. Outras medidas são igualmente importantes, entre elas, utilizar um bom equipamento e ter uma equipe bem treinada para resolução dos problemas que surgirão.

O ideal é sempre fazer um planejamento e uma análise antes de começar a colocar o seu servidor para funcionar. Para isso, leve em consideração as necessidades de seu negócio a fim de investir no hardware ideal para sua empresa.

0 visualização

Converse com a Lume 

Entre em contato conosco e encontre o produto ou solução LUME , que atende seus requisitos. Converse com um especialista que vai indicar a melhor decisão. 

SIGA A LUME TECNOLOGIA

  • Twitter - Círculo Branco
  • LinkedIn - Círculo Branco
  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco

Podemos te ajudar? 

NOTÍCIAS E EVENTOS 

Eventos

NewsLume 

 

ENDEREÇO 

Endereço: Rua João Zaitter, 702
Pinhais, PR

 

CEP : 83324-210

CONTATO

Telefone : +55 41 3204.7149
 

Email: atendimento@lumetecnologia 

@2019 - Lume Tecnologia - Todos direitos reservados